1579

Pular para o conteúdo
Prefeitura Municipal de
Camamu

Equipes da Companhia de Policiamento Ambiental - CIPA Porto Seguro, INEMA e Secretaria Municipal de Turismo e Meio Ambiente de Camamu. Apreenderam e devolveram a natureza 600 unidades de caranguejo-uçá

Fonte: Ascom-Camamu
02/02/2021 às 09h13

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


Na manhã de ontem (domingo, 31), equipes da Companhia de Policiamento Ambiental - CIPA Porto Seguro, INEMA e Secretaria Municipal de Turismo e Meio Ambiente de Camamu. Apreenderam e devolveram a natureza 600 unidades de caranguejo-uçá (Ucides cordatus), capturados e vendidos de maneira irregular.

As apreensões são resultado das fiscalizações em repressão a captura, comércio e transporte ilegal de caranguejo-uçá durante o período de “andada”, que é o nome dado ao período reprodutivo no qual os machos e as fêmeas saem de suas tocas para o acasalamento e andam pelo manguezal para a deposição de ovos, tornando-se vulneráveis à pesca predatória. Durante os períodos da “andada” não é permitido o estoque de caranguejos, mesmo que o crustáceo seja oriundo de outro Estado ou País.

Conforme a Lei dos Crimes Ambientais (Lei Federal nº 9.605/98), a pena prevista para o crime é a de detenção de um a três anos, além de multa.